29 janeiro 2012

Blue Moon


CAPITULO XX
Acordei e senti alguem ao meu lado, sobressaltei-me e saltei da cama ficando em posição de defesa no meio do quarto. Relaxei imediatamente ao ver que era o Jake, soltei um pequeno grito ao lembrar-me do que lhe tinha feito.

Ele murmurou qualquer coisa incompreensível e voltou a ressonar. Oh Meu Deus o que e que eu lhe fiz! Sai sem fazer o menor barulho e procurei pelo cheiro do meu tio Emmett, ele estava lá fora a treinar. Corri até ele silenciosamente saltando para cima do meu tio e agarrando-lhe o pescoço.

- Estas a perder o jeito ursão!

- Apanhaste-me distraído só isso. – Disse enquanto me tirava de cima dele. – Mas o que fazes aqui ursinha? Não devias estar a descansar?

- Dever devia mas não quer dizer que eu o faça. – Dei-lhe um BIG sorriso. – Tio preciso de um favor teu.

- Fala ursinha. – Perguntou ele já serio.

- Eu sei que és o único que vai concordar ajudar-me. Eu lutar já sei, embora vá pedir ao tio Jasper que me ensine mais coisas. Mas para já queria que me ajudasses a treinar esta porcaria de poderes Okay? Por favor.

- Estava a ver que nunca mais pedias! Sempre quero ver se a minha sobrinha se sabe defender com essa coisa de bruxas.

- Obrigado! Obrigado!

- Diz o que tenho de fazer.

Depois de lhe explicar o que tinha de fazer, pusemos mãos ao trabalho. Foi difícil de acertar mas consegui, praticamos tanto até que eu comecei a acertar sempre eu já não estava a ver bem mas fiz me forte. Quando já achávamos que já dominava o suficiente para nos proteger, ele não sabia que eu ainda planeava treinar com os gémeos… e talvez ainda um poço com o Jazz. Falta pouco para o dia em que eles iam chegar, não é hora para descansar mas sim para trinar o máximo que eu aguentar antes de cair para o lado.

- Obrigado tio! Antes de irmos para casa eu preciso de caçar. Avisa lá em casa para que ninguém se preocupe Okay?

- Como quiseres, tens a certeza que não queres que eu vá contigo?

- Sim na boua, podes ir descansar para casa. Eu sei que te dei uma coça. – Dei-lhe um sorriso e corri o mais depressa que consegui, senti o cheiro de animais e ataquei, estava sedenta, vai ser uma longa caçada.

TANIA POV

Depois de um bom banho fiquei a olhar para o quarto é que eu vou vestir agora? Enrolei bem a toalha a minha volta e mandei uma mensagem telepatica ao meu irmão

´´ Onde estás? ´´

´´ A ir para casa porque? ´´

´´ Faz um desvio e rouba uma roupa para eu vestir. ´´

´´ Na boua mana. ´´

´´ Obrigado Ian. ´´

Fim da conversa bem ia ter que esperar até que ele me trouxesse roupa. Deitei-me na cama, vamos lá organizar os meus pensamentos, primeiro porque é que eu estava com tanto receio quando fui fala com o Alec? Não sei, segundo porque é que me estou a afeiçoar tanto a esta família? Eles nó nos querem para os pudermos ajudar na batalha, não posso deixar que o meu lado antigo volte ao de cima, o lado que se importa com alguém sem ser da família, essa Tania não pode voltar, nunca.

Bateram a porta.

- Entra Ian. – Falei levantando-me para ir buscar a roupa. – Obrigado. – Quando abri a porta vi que não era o Ian e sim o Alec. – Pensei que era o meu irmão. – Ele pareceu envergonhado, e eu não sabia porquê. Assim eu estou de toalha.

- O Ian disse que ia treinar e pediu-me para te comprar uma roupa, aqui tens. – Ele deu-me um saco.

- Okay obrigado, se quiseres podes entrar vou soou me vestir, deixei a porta aberta e entrei no WC, dentro do saco havia um vestido (http://3.bp.blogspot.com/-7MH982J2Jgc/TaNsJodXDFI/AAAAAAAAAIY/klpyCSmfhgI/s1600/vestido-de-formatura-preto-01.jpg) e também tinha roupa interior (http://www.bolsasfemininas.info/page/3/ ), ai que vergonha! OMG! Prontos tenho que me vestir e ir para ali como se nada fosse, vesti-me em 2 segundos, ajeitei o cabelo e entrei no quarto. Constatei com felicidade que ele estava lá, sentado na cama.

- Hum obrigado pela roupa. – Falei sentando-me na cama também.

- De nada. Fica-te bem. – Se ainda pudesse corar teria corado.

- Obrigado, ainda bem que estas aqui porque lembrei-me de uma coisa e precisava de falar contigo.

- Fala.

- Sabes que mesmo com os nossos dons extras, somos capazes de ter baixas do nosso lado certo? – Não esperei que respondesse e continuei. – Os Cullen não querem mete mais ninguém ao barulho então o meu plano é o seguinte.

Expliquei-lhe o meu plano e ele concordou agora só falta contar aos outros, objetivo seguinte treinar Isabella Swan Cullen.



E vocês ficam a pensar treiná-la a fazer o que?

Pois tem de esperar pelo proximo cap.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O mais simples dos comentários, dá força á autora para continuar a historia por mais um capitulo e com cada vez mais entusiasmo.
Só demora 1 minuto (e não faz o dedinho cair!) e alegra o nosso lindo e fraco coração = ) Se leu comente!
#Os insultos serão imediatemente eliminados#