03 março 2013

The Twilight Saga


Lembro-me de ouvir todos falarem de um filme chamado Crepúsculo e perguntar:

- Que filme é? De que fala?

E quando me diziam que era de vampiros eu ficava:

- Vampiros? Não gosto!

Finalmente, decidi que tinha de conhecer o filme que toda a gente falava e procurei em todos os canais pelo filme. Vi que ia dar na TvCine e na altura, como ainda a tinha, gravei.

Quando saí das explicações e enquanto jantava vi o filme, é a última recordação sã que tenho de mim mesma.

Nesse momento fiquei completamente viciada naquela pequena historia. Lembro-me de ir para a escola e ficar á espera que as aulas acabassem para vir para casa ver o Crepúsculo, sentar-me no sofá a almoçar e decorar todas as falas do filme.

E então, depois, ir para o computador procurar coisas sobre o filme, e descobri então que aquele maravilhoso filme tinha CONTINUAÇÃO! E, livros…

Não era grande fã da leitura naquele momento, o que é um bocado irónico para quem neste momento lê 400 e tal páginas num dia.

Assim que estreou Lua Nova eu apercebi-me que um novo amor nascera, um amor tão puro como aquele que o Edward tinha pela Bella. Um amor que ultrapassou todas as barreiras que lhe impuseram, desde do ódio daqueles que não tem uma mente capaz de o entender, às palavras dolorosas:

- É só uma fase.

Mas todas as Twilighters o sentem não é? Aquele nó no estômago sempre que pegam em Twilight para assistirem mais uma vez, e aquela sensação de maravilha a cada segundo do filme, como se fosse a primeira vez que o assistimos e, embora o saibamos de trás para a frente, não nos conseguimos impedir de nos surpreender.

Lembro-me da minha mãe ter uma papelaria e de eu pegar em todas as revistas que traziam algo de Twilight e ler, depois recortar e colocar em micas, dentro de uma capa.

Todos os dias acordar ansiosa pelo momento em que podia ir para o computador para ler sobre o meu amor, ou pegar numa revista e com carinho arrancar as páginas com os meus meninos.

Como se tivesse sido ontem, lembro-me do momento que decidi que não conseguia esperar um ano para saber a resposta da Bella.

Era Dezembro, altura em que começamos a comprar as prendas de natal, tinhas-mos ido fazer as compras do mês, e por acaso passamos pela secção de livros, e vi, solitários, Eclipse e Amanhecer.

Fui a correr pedir aqueles livros como prenda de natal aos meus pais, e contei os segundos para os puder ler, embora tudo apostasse que iria desistir nas primeiras 20 páginas, nem metade conseguiria ler.

A verdade é que Twilight me abriu a porta para a leitura, descobri o género que eu gostava de ler, e a partir daí não parei.

Numa olhadela ao passado com a Saga só vemos emoções, felicidade, alegria, saudade, ansiedade.

Desde que nos sentamos na cadeira a ver, talvez não Twilight mas mais Lua Nova, que aguardávamos ansiosamente o momento em que veríamos a nossa Bella em vampira casada e ao lado do seu Edward para sempre, e, para aqueles que leram os livros conhecer a nossa Nessie, o imprint do Jake.

Mas agora, com o DVD de Twilight Saga Breaking Dawn parte 2 nas mãos, e com a coleção completa, eu desejava voltar atrás.

Queria que estes 5 anos voltassem atrás, quero reviver a sensação do coração a bater rapidamente pelo nervosismo e ansiedade, as borboletas no estômago ao entrar na sala do cinema. Quero reviver a angústia de esperar um ano para ver o próximo capítulo, e a felicidade de ver a nossa família junta a filmar no set.

Sinto que o tempo passou rapidamente demais, que não aproveitei completamente todas as alegrias da Saga.

Depois também me sinto triste por no meu país não dar grande importância a Twilight. Olho para trás e desejo que não houvesse um fim, a parte lógica de mim pensa:

- Tudo tem um fim, os atores não podem fazer de vampiros até aos 80.

Mas a parte de mim que não é racional retorque:

- Ainda há tanto para contar e bem, mais dois ou três filmes vão-me deixar finalmente satisfeita e não lhes custa!

Mas a verdade é vai sempre haver mais alguma coisa a contar, a história deste ou daquele personagem, ainda mais que quando eles são imortais.

Pensando nisso, eles são mesmo imortais porque irão viver para sempre no nosso coração, não me acredita que haverá algum fã de alma e coração que se esqueça desta linda história.

Pois foi algo que tocou no nosso coração de maneira tal que nada a conseguirá substituir ou apagar, porque é puro.

Neste momento, sentada a escrever isto, abro a minha capa e revivo cada momento, sentindo orgulho e uma alegria imensa, que sabe um pouco a agridoce, porque, simplesmente, nada voltará a ser o mesmo.

Não voltaremos a ver toda a nossa grande família junta num filme, e aquele sentimento já tão nosso conhecido irá desaparecer um pouco, e apenas aparecerá quando nos sentarmos em frente á televisão com o os filmes a passarem.

Nada será igual é certo, porque uma vez marcados com este imprint não nos pudemos desfazer dele.

É com todo o amor e carinho que tenho no meu coração que termino de escrever isto, e com lágrimas nos olhos agradeço a todos os que fizeram parte da família Twilight, tanto atores, como diretores, como escritores, como fãs. Somos todos uma grande família á qual eu me sinto honrada em pertencer porque trouxe-me grandes alegrias e fez-me crescer muito como pessoas.

E conhecer-me verdadeiramente, pois sem Twilight não teria começado a escrever, nem ler e muito menos entrado num mundo cheio de criaturas intrigantes e sobrenaturais.

OBRIGADO TWILIGHT SAGA!

Sem comentários:

Enviar um comentário

O mais simples dos comentários, dá força á autora para continuar a historia por mais um capitulo e com cada vez mais entusiasmo.
Só demora 1 minuto (e não faz o dedinho cair!) e alegra o nosso lindo e fraco coração = ) Se leu comente!
#Os insultos serão imediatemente eliminados#