06 julho 2013

I Became Better

Capitulo 4
- E qual é o tema da conversa? - Perguntou com um pouco de curiosidade.
- A tua paixão. – Falei sentando-me no sofá.
- Que paixão? - Disse meio receoso como se me estivesse mesmo a esconder algo.
- Por uma amiga minha.
- Quem te contou.
- Um passarinho.
- E porquê que queres ter esta conversa, ela não está afim. – Perguntou.
Revirou os olhos e estiquei as pernas no sofá.
- Passando á frente. Convida-a para sair.
- Nem penses, eu não quero levar tampa.
Estiquei-me e peguei no telemóvel dele que estava em cima da mesa.
De: Jasper
Para: Alice
               Amanhã a noite, queres ir ver aquele novo filme que estreou?
- O que é que tu estás a fazer? – Perguntou.
De: Alice
Para: Jasper.
               Claro! Vem buscar-me as 8h.
Mostrei-lhe a mensagem
- Vês que grande nega!
- Mas porque fizeste isso?
- Para te mostrar que ela nunca te daria tampa, agora para de stressar, e pensa na tua felicidade de amanhã.
Ele beijou-me a bochecha e subiu as escadas a correr.
Eu sorri e fiquei a olhar para o nada e a pensar em uma única coisa. Emmett, queria fazer com ele?
Sorri com a minha ideia brilhante e peguei no telemóvel.
De: Rose
Para: Tyler
               Saíamos amanhã?
De: Tyler
Para: Rose
               Sim, a que horas te vou buscar?
De: Rose
Para: Tyler
               8h
De: Tyler
Para: Rose
               Okay, até amanhã.
Pousei o meu Iphone e fui fazer os TPCs para me ir deitar. Acordei na manhã seguinte com um sorriso parvo no rosto. Fui tomar um banho, vesti-me e maquilhei-me.
Desci as escadas até à cozinha e vi o meu irmão olhando para os seus cereais.
- Que foi mano? – Perguntei.
- Nada...
- Quem nada é o Nemo, diz-me o que se passa.
Peguei na jarra de sumo de laranja do frigorífico e servi-me. Comecei a comer juntamente com a minha sande de queijo.
- É que...e se ela apenas concordou em sair comigo só por sermos amigos? E se ela me falar sobre outro?
- Quantos filmes! – Resmunguei. – Confia em mim, Jazz!
- Mas é disso que tenho medo.
- Estupido!
- Mas é Rose eu tenho medo de arruinar a nossa amizade e tudo porque foste tu que mandaste a mensagem
- Mano, eu sei o que faço.
- Espero bem que sim.
Revirei os olhos.
- Vou retocar a maquilhagem, já volto.
- Porquê?
- Porque o lip já saiu e eu tenho que voltar a meter.
Ele bufou e eu subi.
Depois de ter voltado a maquilhar-me desci as escadas com as chaves do carro na mão.
- Vamos?
- Sim
Boa chuva novamente!
- Outra vez? Estão a gozar só podem! - Resmunguei meio histérica.
- Vamos! - Resmungou.
- Espera! Deixa-me ir buscar um guarda-chuva.
Entrei no carro e abri a capota.
Coloquei o cinto e arranquei para a escola.
Chegamos rapidamente ao estacionamento.
O Jazz saiu com o guarda-chuva e deu a volta ao carro para eu sair também e fomos em direção à entrada da escola.
- Esta chuva estraga-me o cabelo. - Resmunguei.
- Tem calma, já estás cá dentro não estás?
Bufei e fui para o meu cacifo.
Quando fechei a porta fui apanhada de surpresa pela Alice que tinha um sorriso parvo estampado na cara.
- Então? Eu não te disse?
- Ajudas-me hoje Rose?
- Claro que sim, mas em quê?
- A roupa!
- Bem mas eu sei que tu tens roupas incríveis.
- Anda la! - Pediu.
- Eu ajudo, se tu me ajudares a mim.
- Com?
Eu tinha de lhe contar porque se a Alice soubesse toda a escola sabia, incluindo o Emmett.
- Eu hoje vou sair com o Tyler.
- O quê? - Gritou.
- Alice.
- Desculpa, mas porquê?
- Apetece-me
- Okay, vou acreditar.
Pisquei-lhe o olho e caminhamos para a sala.
Sentei-me no meu lugar e fiquei à espera que o setor chegasse.
O Emmett entrou e sentou-se ao meu lado, no seu lugar.
- Olá Rose.
- Oi Emm.
- Então estas a gostar da chuva? - Perguntei
- Eu gosto de chuva mas não torrencial como esta.
- Habitua-te.
- Mas aqui tipo só há chuva torrencial ou também há aquela chuva romântica?
- Existe chuva romântica?
- Sim aquela chuva miúda que as raparigas querem sempre para beijarem os namorados uma cena assim.
- Isso só há nos filmes.
- Sabes como és uma miúda pensei que gostasses disso.
- Não percebes grande coisa de raparigas.
- Pois... eu não sou de romances nem nada do género.
- E a vida. - Falei.
- Desculpa se eu estiver chato, não sou muito sociável.
Encolhi os ombros.
- Já aturei pessoas piores.
- Não como eu.
Olhei para os seus olhos azuis.
- Não acredito que sejas pior que alguns rapazes desta escola.
- Acreditas mesmo?
Os seus olhos deixavam-me meio confusa.
- Sim.
- Bem então és a primeira.
- Costumo ser.
- Tu até pareces boa pessoa.
- Mais ou menos.
- Mas porquê que dizes isso?
- Nada, esquece.
- Okay.
Virei a minha atenção para o prof.
A aula acabou e arrumei as minhas coisas para ir ter com o grupo. O Emmett vinha ao meu lado, e por pura sorte, o Tyler passou por nós.
- Ty! - Chamei-o
- Oi Rose, onde vamos logo?
- Disco? Cinema? Depois vemos. - Sorri-lhe.
- Okay então até logo.
Seguimos caminho.
- Tipo que acabou de acontecer aqui? - Perguntaram a olhar feitos parvos para mim.
- Hum?
- Tipo Rose tu nunca deste muita bola ao Tyler. - Comentou a Bella
- Mas dou agora.
- Bem, nunca pensei ver a grande Rosalie Hale a sair com um rapaz da escola. - Disse o Edward com um sorriso.
Revirei os olhos.
- Ele e capitão da equipa de futebol.
- Ah pois só podia ser por isso. - Disse o Jasper
- Tens problemas, maninho?
- Faz o que quiseres.
Dei-lhe um sorriso divinal e virei costas, indo embora.
Tocou e fui para mais uma aula.
Sentei-me irritada. Entretanto chega a Bella que se senta no seu lugar à minha frente.
Ela virou-se para trás.
- Isso não e por causa de algum rapaz?
- O quê que não é por causa de um rapaz Bella?
- O Tyler? Em quem esta verdadeiramente interessada?
- Porque pensas que estou interessada em alguém?
- O Tyler, Rose?
- Eu não estou interessada nele.
- Então?
- Então o quê?
- Se não estas interessada por ele...
- Em quem estás a pensar?
- Não sei...
- Prontos e vais continuar sem saber.
- Mas alguém
- Sim há alguém...
- Eu vou descobrir Rosalie Hale! - Avisou e virou-se para a frene
Eu dei um leve sorriso e fiquei com a cabeça nas nuvens.
- Bella. - Sussurrei.
- Sim?
- Empresta-me o teu telemóvel. - Pedi.
- Para quê?
- Depois explico
- Okay toma.
De: Bella
Para: Edward
               Queres ir ao cinema hoje?
De: Edward
Para: Bella
               Sim, eu passo para te ir buscar às 8h.
Entreguei-lhe o telemóvel com a mensagem aberta.
- Arranjei-te um encontro.
- O quê?
- Menina Swan passa-se alguma coisa?
- Desculpe setor.
Virou-se para a frente vermelha, rasgou uma folha e escreveu alguma coisa, depois passou-ma.
Tas tola!? Com quem?
Eu sorri e respondi.
Vê o remetente. =)
Ela mexeu no telemóvel e depois passou-me o papel novamente.
ROSALIE HALE CONSIDERA-TE UMA MULHER MORTA
Eu esforcei-me para não desatar a rir e ser posta fora da sala pelo setor.
Bella eu acabei de te fazer um favor e tu ainda queres matar-me?
Que vergonha! Eu vou dizer-lhe que foste tu!
Mas minha trenga ainda não percebeu que ele se saliva todo por ti?
Ela não me respondeu mais.
E eu sorri vitoriosa. A aula continuou uma seca até que tocou.
Peguei nas coisas e sai. A Bella estava chateada e não queria conversa. Sorri-lhe e segui para a minha próxima aula.
Nessa aula eu não teria ninguém comigo. Que seca, pensei. A aula passava devagar, e eu não estava nem aí.
Abri o caderno na última página e pus-me a rabiscar. Entre os rabiscos escrevi o seu nome e suspirei.
Fiz uma careta para mim mesma e risquei aquilo. Não eu não estava apaixonada pelo Emmett não podia ou... Não! Isto é só um jogo, do qual eu vou ganhar
Mas eu tinha que admitir que ele nem beijava assim tão mal. Tocou, fechei o caderno, guardei as coisas e fui para a cantina.
Fui buscar a minha comida e sentei-me com os meus amigos e o ambiente era constrangedor, pois o Edward e a Bella não paravam de se olhar e o mesmo acontecia com o meu irmão e com a Alice.
- Já volto. - Resmunguei.
Levantei-me e saí da cantina. Eu não queria ficar naquele ambiente. Pus os fones nos ouvidos e caminhei pela escola.
Virei na esquina e vi a Tânia Denali a atirar-se o Emmett.
Bufei, salvo-o ou não?
- Ei Tanya, importas-te de largar o moço, por favor.
- Tinhas de me incomodar? - Perguntou irritada.
- Tinha.
O Emmett veio para a minha beira, com um sorriso de alívio.
- És mesmo uma...
O Emmett agarrou-me no braço e disse:
- Anda Rose vamos.
- Espera Emmett. Continua Tanya, se tens coragem. - Desafiei.
- És uma vadia não consegues ver-me com um gato que vens logo.
- A única aqui que já dormiu com todos os rapazes da escola foste tu, querida.
- Repete isso sua cabra.
- P-U-T-A. Percebes?
- Vá Rose para anda embora antes que o diretor venha e te suspenda, não ligues para ela linda.
- Eu vou acabar contigo Hale!
- Experimenta. Aqui eu sou conhecida por bons motivos tu em tanto.
- Vais morrer. Vais ver vou-te dar tanta má fama que nem o teu irmão vai querer andar ao teu lado e vai ter vergonha de ser teu irmão.
- Vamos ver quem é mais popular. - Encolhi os ombros.
- Anda agora Rose por favor.
Deixei que ele me conduzisse para outro lado.
- O quê que acabou de acontecer ali?
- É a puta da Tanya, não ligues, eu vou acabar com ela e vai ser agora.
Ele agarrou-me o braço.
- Tu não vais fazer nada, não desças ao nível dela
- Larga-me. Eu vou fazer o que achar que tenho de faz.
- Não o faças, ela não merece, pessoas como elas caem sozinhas não precisam de ajuda para isso.
- Acho que vais perceber, que aqui, não é bem assim. - Ironizei.
- Por favor diz-me que não és como ela. Por favor diz-me que não és como aquelas gajas que só querem saber o que os outros pensam delas.
Virei-lhe costas e caminhei até á cantina.
Sentei-me à beira do meu grupo com cara de poucos amigos
Peguei no telemóvel e mandei um SMS á Jéssica.
De: Rose
Para: Jéssica
               Vamos lixar a cabra da Tanya?
De: Jéssica
Para: Rosalie
               O que é que ela fez? Estou dentro.
De: Rosalie
Para: Jéssica
               Chamou-me de vadia.
De: Jéssica
Para: Rosalie
               Que queres fazer?
De: Rosalie
Para: Jéssica
               Ainda não está tudo definido mas tem de ser algo em grande.
De: Jéssica
Para: Rosalie
               Vou espalhar que ela levou grande nega
De: Rosalie
Para: Jéssica
               E diz que ela agiu como uma desesperada.
De: Jéssica
Para: Rosalie
               Feito.
De: Rosalie
Para: Jéssica
               Okay obrigada.
De: Jéssica
Para: Rosalie
               Rosalie, ela anda a dizer que pintas o cabelo
De: Rosalie
Para: Jéssica
               Diz que ela já foi com o stor de inglês para a cama.
De: Jéssica
Para: Rosalie
               Tu és má
De: Rosalie
Para: Jéssica
               Eu sei e com muito orgulho.
Aguardei o telemóvel e fui para a aula, sem dirigir a palavra a ninguém
Sentei, tirei um caderno e fui para a última página rabiscar mais um pouco.
Aquela! Vai-me pagar caro!
O setor entrou e começou a aula.
Passei toda a santa aula a pensar em maneiras de a fazer sofrer
Comecei a escrever um ‘’e’’ e lembrei do que ele disse: "- Vá Rose para anda embora antes que o diretor venha e te suspenda, não ligues para ela linda." Ele disse mesmo linda?
Meu deus, pensei.

Será que ele estava a cair? Ele estava preocupado comigo...Mas ele não liga aos comentários e eu sim.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O mais simples dos comentários, dá força á autora para continuar a historia por mais um capitulo e com cada vez mais entusiasmo.
Só demora 1 minuto (e não faz o dedinho cair!) e alegra o nosso lindo e fraco coração = ) Se leu comente!
#Os insultos serão imediatemente eliminados#