06 outubro 2013

Two Realities



EPÍLOGO


Estava sentada na areia com o Edward, a ver o por do sol, fazia uma semana que estávamos casados e estava a ser perfeito. Suspirei.
 - Em que pensas? – Perguntou.
 - Penso em coisas.
 - Que coisas? – Perguntou beijando-me o ombro.
 - Coisas simplesmente.
 - Estás a gostar de estar aqui? – Perguntou.
 - Muito mesmo.
 Virei-me para ele e beijei-o com carinho. Ele passou acariciou-me a face e quebrou a minha concentração.
 - Como fizeste isso?
 - Já ando a praticar á muito tempo. – Disse sorrindo.
Ele sorriu. - Podes fazê-lo outra vez?
Eu ri e beijei-lhe os lábios. - Um dos meus encantos não era, não me puderes ler a mente?
- Sim, mas gostei do que vi.
Passei os dedos pela sua face e concentrei-me em afastar o meu escudo, pensei em todo o nosso amor.
Ele sorriu largamente e beijou-me os lábios.
o meu escudo voltou imediatamente para mim.
- Amo-te. - Sussurrou.
- Não mais do que eu a ti.
Ele sorriu e eu retribuí.
- Mãe! Pai! – Chamou a Nessie, já com a sua aparência de 9 anos a correr até nós.
Ela saltou para o colo do Edward que a abraçou.
- E o meu?
Ela esticou-se para me abraçar.
Abracei-lhe o corpo e beijei-lhe as bochechas
- Tive muitas saudades vossas.
- Nos tambem
Ela beijou-me as bochechas e voltou a abraçar o pai.
- Nós não dissemos que voltávamos depressa? - Perguntei.
Ela assentiu sorrindo
Entramos em casa.
- Mana! - Gritou a Jane
Ela correu até mim.
- Sabes que nao tens que gritar para eu te ouvir, certo? - Sorri abraçando-a.
- Já tinha muitas saudades.
Eu ri.
- Nunca estivemos afastadas tanto tempo
- Por isso mesmo.
- E entao, novidades? 
Antes que ela respondesse todos vieram cumprimentar-nos.
Abracei o meu mano e Alice, feliz.
Em seguida foi a Rose, o Emmett e a Esme.
·    Como e que alguma vez pensei, que nao pertencia a esta família?      
Este é o meu lar.
- O JAke? – Perguntei.
- Foi até à matilha, antes da Nessie acordar.
- Tudo bem. - Disse e abracei a minha menina.
- Queria ter ido com ele. - Resmungou ela.
- E perdias a nossa chegada?
- Não sabia quando chegavam.
- Entao, ainda bem que nao foste
- Sim tens razão.
Beijei-lhe a bochecha.
Sentimos o cheiro do Jake lá fora.
- O rafeiro ja chegou. - Resmungou a Rose.
- Tia.
Ela encolheu os ombros.
O Jake entrou e sorriu ao ver que tínhamos chegado.
- Ola Jake
- Olá Bells, olá Edward.
A Nessie correu para ele.
Ele pegou-lhe ao colo.
- Ola princesa.
- Olá Jake. - Ela beijou-lhe a bochecha.
Senti um cheiro desconhecido
O Edward também o sentiu.
- Temos visitas? - Questionei olhando em volta.
Vi o olhar da Jane, um olhar...apaixonado?
Ela tentou esconder o rosto baixando o mesmo discretamente.
Olhei para o Edward a procura de respostas
Ele olhou-me e sorriu-me.
Concentrei-me para afastar o escudo.
 - Quem e? - Perguntei mentalemente.
- Jane conta-lhe. - Encorajou a Rose.
Soltei a minha mao do Edward e numa milesima de seguda estava a frente dela, com as maos na cintura.
- O que tens de me contar Jane Cullen?
- Bom...eu encontrei alguém
- Quem?
- Ele e humano, conheci-o por acaso
Fiquei espantada.
- Humano?
- Sim, humano.
Eu sorri e abracei-a.
- Ainda bem que encontras-te alguém
- Obrigada mana.
- O tio Ian e simpatico! - Exclamou a Nessie
- Ian, é esse o nome dele?
- Sim, vais gostar dele, tenho a certeza
- Agora é só o Alec encontrar alguém.
- Estou bem sozinho. - Resmungou.
- Ele não pára de olhar a irmã do Ian. - Sussurrou a Jane para mim.
- Falavam de mim? - Perguntou uma voz desconhecida
Olhamos para as escadas
Um rapaz alto, de cabelos encaracolados castanhos apareceu nas escadas
- Mana ele é o Ian
Sorri. - Bella.
- Prazer.
Ela sorriu-me e foi para a beira dele.
Ele abraçou-lhe a cintura.
- Dormi muito? - Perguntou curvando-se para lhe beijar os lábios
- Não amor.
Ele sorriu
Voltei para a beira do Edward.
- Estamos todos felizes agora. – Sussurrei
- Nem todos. - Sussurrou o Edward apenas para eu ouvir direcionado para o Alec.
- A tua irma esta a chegar. - Informou a Alice
O Ian sorriu e vi uma mudança de humor de micro segundos do Alec.
E depois nao esta apaixonado. Ouviu-se o som de um carro
e senti um cheiro que ainda não conhecia.
O Ian soltou a Jane e foi ate a porta
- Olá mana.
Ele abraçou alguem com força
- Olá mano.
- Eles sabem? - Perguntei baixo.
- O Alec quase arrancou a cabeça do Ian quando soube dele e da Jane. - Explicou a Alice.
Olhei para o Alec com um olhar acusador.
Ele baixou a cabeça.
Os irmaos soltaram-se e pude finalmente observar a rapariga
Ela era muito bonita, com cabelo castanho encaracolado e muito comprido, alta e com uns grandes olhos verdes
Se o Alec não se despachar ela pode deixar de estar solteira, se estiver.
Assim que ela entrou procurou algo com o olhar
Olhou para a nossa direção, mais precisamente para trás de nós onde estava o Alec.
- Acho que em breve estaremos todos. - Sussurrei so para o Edward.
Ele sorriu para mim.
- Bom dia. - Disse a rapariga
- Olá - Dissemos todos.
Ela sorriu levemente.
- Tania, esta é a minha irmã Bella e este é o meu cunhado Edward.
Ela sorriu-nos. - Prazer em conhecer-vos finalmente.
- O prazer é nosso. - Falei.
- Ola Tania. - Disse a minha menina alegremente.
- Olá Nessie, tudo bem?
Ela assentiu e esticou-se para ela.
A Tania abraçou-a, pegando-a ao colo.
A nessie beijou-lhe a bochecha
- Olá Tania. - Disse o Alec.
Ela olhou para ele e corou levemente. - Ola.
A minha menina sorriu e saltou para o chao
Ela veio até nós.
- O tio Alec nao ficava bem com a Tania? - Perguntou sorrindo
- Ficava sim, ele é que ainda não quer admitir. - Respondi.
Vi a Tania ficar vermelha e olhar para o chao
Esforcei-me para não rir.
- Nao digas parvoices - Resmungou o Alec.
- Não disse parvoíce nenhuma.
- E sim e estas a deixar a Tania constrangida
- Eu? A tua sobrinha é que começou.
A Nessie fez beicinho.
 - E verdade!
- Nós sabemos que não foste tu Nessie. - Disse a Tania.
Ela sorriu
- Bom eu ainda não fiz o pequeno almoço para a minha neta querem comer também? - Perguntou a Esme olhando para a Tania, o Ian, o Jake e para a Nessie.
- Sim. – Responderam
Eles foram para a cozinha.
- Es um idiota. - Sussurrei para o Alec.
- Porquê?
- Estas caido por ela e ela por ti e nada?
- Nem eu nem ela estamos.
- HumHum...nota-se
- Ainda bem que percebeste.
Bati-lhe na cabeça com a mao
- Ai
- Era para ver se o orgulho saia
- Está calada.
Semi cerrei os olhos. - Isso e uma ordem, Alec Cullen?
- Sim.
- Sabes o que e que eu fiz a ultima pessoa que me deu ordens? - Questionei estalando os dedos
Ele engoliu em seco.
Sorri
A Tania veio até à sala mesmo na hora certa, salvando o Alec.
- Salvo pela humana. - falei baixo demais para ouvidos humano
- Cala-te. - Resmungou no mesmo tom.
- Olha que eu deixo de ter receio de assustar a tua futura companheira.
- Não comeces. - Alec, preciso da tua ajuda para um trabalho de biologia, podes ajudar-me?
Ele olhou para ela com um sorriso.
 - Eu nao sou muito bom nisso, mas posso tentar.
Ela sorriu-lhe timidamente. - Obrigada.
O Emmett riu-se.
 - Ja temos outra coradinha.
Ela corou ainda mais, coitada.
A Rosalie beliscou-o.
 - Deixa de ser incoveniente.
- Eu?
- Sim tu
Ele fez beicinho para a Rosalie.
Ela revirou os olhos
Ele abraçou-lhe a cintura continuando com o beicinho
- Nao me venhas com isso. – Falou
- Vá lá ursinha.
- Porta-te bem. - Mandou
- Vais ficar chateada comigo? - Perguntou com olhos de urso bebé abandonado, contado ninguém acredita o Emmett fica submisso com a Rosalie.
Ela sorriu.
 - Claro que nao.
Ele sorriu e ela beijou-lhe os labios.
 - Eles sao tao fofos. - Disse a Tania
- Obrigado. - Agradeceram ao mesmo tempo.
- Porque nao vais ajudar a Tania, mano? - Falei sorrindo
- Sim, vamos Tania?
- Han? Vamos aonde? - Questionou distraida.
- Estudar biologia, como tu pediste.
- Ah sim, desculpa estava distraida. Eu trouxe os livros para o caso de me ajudares.
- Vamos até à biblioteca então.
Ela assentiu e foi buscar as coisas
- Nem uma palavra Isabella Cullen.
Eu ri.
- Nem digas a ninguem que es um vampiro.
- Ela não sabe nem quero isto para ela.
- Entao e por isso! - Falei ficando seria.
- Não te preocupes, não lhe vou dizer, de maneira nenhuma.
- E impossivel que ela passe tanto tempo connosco e nunca descobra.
- Pronto, mas quanto mais tempo ela não souber melhor.
- Nao faças isso, Alec. Olha que eu pensava como tu e olha o que aconteceu. - Disse o Edward.
- Agora não temos que nos preocupar com os Volturi isso também teve peso, mas ela não está interessada em mim para sequer contar-lhe.
- Estou com vontade de te mandar ir conhecer os passarinhos la no ceu. - Resmunguei
A Tania voltou a entrar.
- Ja ca estou.
- Vamos então.
Eles caminharam para a biblioteca.
Encostei-me ao Edward.
- A historia repete-se? - Perguntei tristemente.
- Talvez não.
- Espero que nao.
Ele beijou-me a testa com carinho.
- Vamos ter com a nossa filha. - Falei.
- Vamos.
Caminhamos para cozinha
Vimos a nossa menina a comer ao lado do Jake a sorrir e a conversar com ele e com o Ian e a Jane que estava no seu colo.
Sorri era bom saber que a familia estava toda junta
- Como correu a lua de mel? - Perguntou a Jane.
- Normal, a ilha era linda.
- Muito bem, divertiram-se?
Eu sorri. - Sim e voces o que fizeram?
- Conhecemos o Ian e a Tania, tivemos saudades, perguntávamos quando é que vocês iriam ter a decência de ligar sem ser uma vez por semana.
- Nao a rede numa ilha.
- Pois claro eu acredito.
Revirei os olhos - E a minha menina, que fizeste?
- Brinquei e estudei com os tios e com o Jake, ele e a tia Alice mais a tia Rose, a tia Jane e a Tania, fomos às compras também.
Eu sorri. - E nao sentiste saudades minha?
- Claro que sim, tive saudades dos dois, mas o Jake estava sempre comigo e dizia que vocês estavam a chegar que era só mais uns dias.
- Ai estava?- Perguntou o Edward.
- Sim. - Disse ela com um sorriso.
- Isso nao e motivo para estar contente.
- Estou contente porque vocês voltaram e o Jake tinha razão.
Ele pegou nela ao colo e beijou-lhe a face
Ela abraçou o pai.
Eu já disse que esta miúda e apaixonada pelo o pai?
Ela olhou-me e sorriu, sorri-lhe também.
Caminhei até eles.
- Também quero.
Ela esticou-se para mim, e passou um braço pelo meu pescoço
Eu agarrei-a e o Edward passou-a para o meu colo.
Ele beijou-me a testa e a bochecha dela.
Ela abraçou-me.
- Cresceste tanto, bebe.
- Sério?
- Sim
- Não acho?
- Mas estas. - Falei. - Tens te alimentado bem?
- Sim.
- Foste caçar?
- Sim.
Ela sorriu. - Eu portei-me bem mae! Posso ir brincar, agora?
- Claro que podes.
Pousei-a no chao.
Ela correu para o quarto.
Eu ri
Virei-me para o Jake. - Obrigada por teres tomado conta dela Jake.
- Nem precisavas de pedir
Sorri.
- Mesmo assim
- Eu vou sempre cuidar dela Bella não te preocupes.
- Eu sei que sim, a menos que me queiras enfrentar, a mim e ao Edward.
- Sabes bem que isso não vai acontecer.
- So estou a avisar
- Não te preocupes.
Assenti
- O mano? - Perguntou a Jane.
- Esta a estudar com a Tania. - Falei e puxei o Edward para a minha beira.
- Estudar, só? Eles gostam-se só que são demasiado teimosos para falarem o que sentem. - Resmungou a Jane
- Nao gostam nada. - Resmungou o Ian
- Deixa de ser ciumento amor, o Alec não vai magoa-la.
Ele fez uma careta. - Ela nao precisa de entrar neste mundo.
- Ele disse que também não quer isto para a Tania, não te preocupes Ian. - Falei.
Suspirei, so eu e qe via que isto estava errado?
O Edward abraçou a minha cintura.
- Eu sei amor. - Sussurrou apenas para eu ouvir.
Encostei a cabeça ao seu peito.
- Tenho uma pergunta para ti, Ian. - Falei.
- Diz Bella.
- Pensas em transformar-te? - Fui directa ao ponto, nao gostava do que eles estavam a fazer a moça.
- Para já não.
- Entao vais envelhecer enquanto a Jane vai permanecer uma rapariga jovem?
 - Bella... - Começou a Jane.
- Não vou querer envelhecer, enquanto a mulher que amo continua linda e pode levar com qualquer um em cima, mas agora aos 17 não.
- Essa e a tua escolha, porque e que a tua irma nao pode ter a mesma?
- Porque...
Levantei a sobrancelha.
- Tens razão, mas ela não sabe de nada deste mundo prefiro deixa-la na ignorância enquanto não fizer 18.
- Qual e a diferença?
- Enquanto não acabarmos a escola.
Revirei os olhos. - Ja ouvi isso, ja passei por isso e nao muda nada. So muda a maneira como ela descobre.
- Quero mantê-la afastada disto apenas por mais um tempo.
Encolhi os ombros. - Ela ja esta nisto, mas a decisao nao e minha.
- Eu depois conto-lhe.
- Tudo bem.
- Eu e o Emm vamos sair voltamos ao final da tarde divirtam-se. - Disse a Rose da sala.
- Voces também
- Não se preocupem com essa parte. - Ouvimos o Emmett.
Eu ri
- Eu sei que só ando cá à duas semanas, mas ele deu a entender aquilo que eu penso que deu? - Perguntou o Ian.
- Sim. - Respondeu o Edward rindo-se.
- Eles são sempre assim?
- Sim. - Voltou a responder
- Não me acredito.
- Daqui a uns meses ja acreditas. - Falei.
- Pois, vamos dar uma volta amor? - Perguntou a Jane.
- Vamos
Eles levantaram-se e saíram.
- Eu vou para a beira da Ness.
Disse o Jake levantando-se e saindo também da cozinha.
Eu sorri
Virei-me para o Edward.
- E nos que vamos fazer?
- Bom a casa está cheia de gente.
- Sim, estamos todos finalmente
- Sim isso é bom.
Pousei a cabeça no peito dele
- Finalmente em casa.
Ele pegou na minha mao e beijou a aliança.
 - Para sempre 

Sorri.
 - Para sempre.    

*******************************************************************************************************

Tnia Svcd: adorei escrever Two Realities principalmente depois de começar a escrever com a Bells, digamos que foi uma experiencia unica. Sem ela e voces provavelmete nunca teria terminado esta fic e eu simplesmente amei escreve-la. Enfim, nao ha muito a dizer, obrigado por acompanharem e agradecemos os comentarios = ) vemo-nos nos nossos proximos projetos, pois este foi o primeiro mas de certeza nao o ultimo.

Bella Hale: Para mim escrever Two Realities foi uma experiência que me mudou, foi algo out the box. Adorei ter escrito com a Tnia e para vocês, twilighters, por todo o mundo.
Esta foi a 1ª fic que escrevi, mas posso garantir que não será a única.
Adoro-vos a todos e somos todos um por um único motivo Twilight. =)





Sem comentários:

Enviar um comentário

O mais simples dos comentários, dá força á autora para continuar a historia por mais um capitulo e com cada vez mais entusiasmo.
Só demora 1 minuto (e não faz o dedinho cair!) e alegra o nosso lindo e fraco coração = ) Se leu comente!
#Os insultos serão imediatemente eliminados#